quarta-feira, 28 de julho de 2010

Pra você...



... ela diz sim!
Não governa mais o de dentro, sente alento seu peito, ofegante.
Seu corpo exprime tudo aquilo que ela supostamente tenta camuflar, seus olhos entregam o que há por dentro.
Como esconder a luz com a escuridão? Não há de caber luz na escuridão, não há de esconder o quente no frio, o seco no molhado, e assim, não dá pra negar que o de dentro quer sair, correr, atravessar montanhas e encontrá-lo.
Espera porque ama, ama porque espera! Como fermento é a espera para o amor, faz crescer.
A duvidante angústia sobre o correspondente, espera? Ama? Maior que a dúvida é o amor, esse cega, entorpece, inebria.
Sufocando o não, o sim ecoa pelos seus poros, e é por isso que pra ele o sempre é sim...
.
"...á noite os meus olhos não disfarçam,
pela manhã o meu sorriso me entrega,
Meus pensamentos me perseguem,
e tudo se justifica quando eu te acho."
Quelubia Coelho
.
.
Trilha Sonora: Pra você eu digo sim - Rita Lee

5 comentários:

Srtª Bêêh disse...

Sempre há sim para o amor...

Anônimo disse...

Amiable post and this post helped me alot in my college assignement. Thank you as your information.

Ana D disse...

Como u gosto do título do teu blog rrsss

Ana Paula disse...

Lindo! ^^

♪•Ëgö•♫ disse...

Oi Fabi.
Desculpa a invasão mas ñ resisti !

Bjao